aluguel de utilitários

E-commerce em alta: como começar a trabalhar com entregas?

Não é segredo para ninguém que o e-commerce foi um dos que mais cresceu desde o início da pandemia da COVID-19, em março de 2020. Consequentemente, ele fortalece outro setor: o de entregas. E cria novas possibilidades de renda para quem procurando alternativas.

A ampliação das vacinas e a volta às atividades normais, que também só aumenta, pode deixar a dúvida: ainda é tempo de apostar no setor de entregas. E a resposta é sim.

A evolução do e-commerce é um caminho sem volta. Quem, com o início da pandemia, só usava as compras na internet por necessidade, agora usa também pela comodidade. Dependendo da cidade e da localidade, é possível comprar produtos de manhã para recebe-los à tarde.

E há dados que sustentam essa afirmação. Há mais crescimento do e-commerce no primeiro trimestre de 2021, se comparado ao mesmo período do ano anterior, e 17% do total de consumidores em 2020 são novos.

Nos primeiros três meses de 2021 foram feitas 78,5 milhões de compras online, de acordo com a Neotrust – 57,4% maior do que no mesmo período de 2020.

Por onde começar?

Agora que já deu para entender que o e-commerce e as entregas só tendem a crescer, é hora de saber como começar uma empresa de entregas.

Em primeiro lugar você deve abrir uma empresa – se já não tiver uma. Uma alternativa é iniciar o negócio como microempreendedor individual (MEI). A categoria tem duas atividades que podem ser associadas à entrega de produtos da internet: entregador de malotes independente e motoboy independente.

Saiba como abrir um MEI clicando aqui.

Defina seus objetivos

Depois, é hora de definir seu foco. Se pretende atender grandes redes ou o comércio local. Inicie o contato com lojistas que dependam de entregas, pensando sempre em não concorrer com os Correios.

Por exemplo: se um e-commerce situado em São Paulo vende um produto para o interior de Roraima, sem dúvidas que o correio será a melhor alternativa.

Porém, quando uma loja virtual atua principalmente na sua região e, mais do que isso, vende produtos frágeis ou que precisam ser manuseados com cuidado, os Correios já não são a melhor escolha. Nesse caso, o seu serviço pode ser bem apropriado.

Entre em contato com lojistas e representantes de grandes redes do varejo (não pense apenas nos grandes hubs, mas também diretamente com as marcas, que possuem sites de vendas próprios e necessitam de serviços de entrega).

O veículo ideal

Depois, é hora de definir um veículo para utilizar. Aqui chegamos em um ponto importante. O preço dos carros 0km e mesmo dos usados estão altos, em decorrência da dificuldade das montadoras em obter matéria-prima para manter a produção em níveis elevados.

O ideal é utilizar veículos próprios para o transporte, como caminhonetes, vans ou mesmo motos (para entregas rápidas). Por isso, se você já tiver um carro de passeio, pode não compensar utilizá-lo no serviço.

Mas você também não precisa se desfazer dele para comprar um utilitário novo. Existe a opção de terceirizar sua frota. Aqui na Let’s, por exemplo, oferecemos opções de utilitários e motocicletas para a terceirização.

E você se engana se pensa que é preciso ter uma quantidade absurda de veículos para poder fazer a terceirização. Você pode ter apenas um veículo na sua frota, desde que o contrato seja feito pelo CNPJ.

Vantagens da terceirização

A principal vantagem da terceirização é a economia de recursos em relação a um veículo próprio. Isso porque o contratante não precisa se preocupar com custos como seguro e manutenção – itens importantíssimos quando o assunto é entrega, já que os veículos rodam bastante.

Se ele apresentar algum problema ou em caso de algum sinistro, a Let’s cuida de tudo. E você ganha um novo veículo imediatamente para não ficar sem trabalhar.

Se você se interessou, fala com a gente para saber mais!

Tags:

, , , , , , , , , ,

Você também pode gostar

Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua segurança e experiência online. Leia mais sobre nossa Política de Privacidade. Ao continuar, você concorda com as condições.