Frotas

Frota de motos: onde aplicar e por que terceirizar

As motocicletas ganharam bastante importância para os mais variados tipos de serviço nos últimos anos – especialmente após a popularização de aplicativos de delivery de comida.

Mesmo antes disso, os chamados “motoboys” já demonstravam que este versátil veículo poderia ser uma solução para serviços que exigiam rapidez, principalmente em grandes centros urbanos.

Há cidades que chegaram até a implantar o transporte de passageiros por motocicletas – os “mototáxis”. Mas regulamentações rígidas, por questões de segurança, acabaram impedindo a atividade na maioria desses locais.

Aplicações atuais

Nos dias de hoje grande parte dos profissionais que usam a moto o fazem para serviços de entrega em geral ou delivery de comida, por meio do cadastro em aplicativos. Neste caso, o uso é individual.

Mas há algumas aplicações interessantes para frotas de motocicletas, que vão muito além da entrega.

Empresas que ocupam uma grande área ou que têm filiais podem usar uma frota de motos para serviços de segurança. O uso nesse caso é interno, para mobilidade dos profissionais.

A moto é mais indicada que outras soluções – como minicarros elétricos ou hoverboards pela velocidade e resistência maiores. O uso já é comum em empresas como shoppings centers (para a área externa), usinas de cana-de-açúcar, universidades, etc.

Motocicletas também podem ser uma boa alternativa para empresas que executam serviços como os de manutenção ou vendas, em nível local. Neste sentido, usar as motos pode ser um meio rápido e econômico de chegar aos clientes. 

O trânsito também agradece, já que uma moto ocupa muito menos espaço que um automóvel, além de poluir menos o meio ambiente.

Risco maior

O único “porém” do uso de motocicletas para serviços externos é o risco maior de acidentes. Neste caso, recomenda-se que a empresa tenha uma política efetiva de segurança do trabalho, com orientações aos profissionais que fizerem uso do veículo.

Além, é claro, de fornecer equipamentos de proteção como o capacete, botas, capa de chuva e antena corta-fio (para evitar acidentes com linhas de pipa com cerol).

Seguindo as orientações e cuidados, a motocicleta é inquestionavelmente um veículo que pode ajudar empresas que dependem de se locomover a curtas distâncias, com rapidez e segurança.

Terceirização de frotas

Se você já se convenceu que a moto é uma alternativa para o seu negócio, considere também terceirizar a sua frota em vez de adquirir veículos próprios.

A terceirização gera economia e reduz as preocupações da empresa com seu sistema de transporte. Com a terceirização, os veículos são entregues na quantidade certa e com a customização exigida pelo cliente.

A empresa contratante também não precisa se preocupar com custos de manutenção, documentação ou seguro. Caso haja algum problema com um ou mais veículos, ele é substituído, sem prejuízo à frota.

A Let’s é uma empresa especializada em terceirização de frotas, e oferece o serviço de terceirização de motocicletas. Entre em contato para saber mais ou acesse nossa biblioteca de conteúdo para outras informações.

Você também pode gostar